Recuperação de pastagens degradadas

Fundamental para a sustentabilidade da pecuária bovina brasileira

O Brasil possui a maior área de pastagem do mundo, com aproximadamente 180 milhões de hectares, no entanto 70% encontram-se em estágio de degradação.

A recuperação de áreas degradadas reduz o custo de produção e riscos de invasão de pragas e ervas daninhas na pastagem.

A produtividade média brasileira que atualmente está em torno de 45 quilos de carne equivalente carcaça por hectare, com sistemas recuperados e melhorados, passa para 120 quilos por hectare, no ciclo completo em sistemas de cria-recria e engorda.

A recuperação de pastagens degradadas reduz em 1 ano a idade de abate dos animais, diminuindo as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera.

Um bovino adulto emite aproximadamente 1,5 tonelada de equivalente CO2 por ano. No Brasil são abatidos aproximadamente 40 milhões de cabeças por ano. Se 20 milhões de cabeças desse rebanho for criado em pastos recuperados, estima-se uma redução de 30 milhões de toneladas de equivalente CO2 por ano.

A recuperação de pastagem degradada ajuda a preservar melhor os recursos de solo, água e biodiversidade.



© 2015 Pastobras. Todos os direitos reservados.
Rua Peru, 1780 Vila Mariana - Tel. 55 (16) 2111 1500 - CEP 14075-310 Ribeirão Preto SP